Home > Educação > Vencer a nós mesmos!
IMG_20171008_181359_421

Tentar vencer o outro, disputar uma posição, chegar em primeiro…tudo isso é um incentivo quando queremos entrar numa competição. Mas e quando o prêmio já está garantido e a intenção é vencer a nós mesmos?!

A 3° Corrida Brand Rio aconteceu neste domingo e foi estimulante ver minha filha levantando de um tropeço em si mesmo e correndo muito, guardando a frustração de ter caído logo no início da prova.

Antes de começar eu avisei que não precisava chegar em primeiro, era só participar que ganhava a medalha. Então, ela tinha todos os motivos para não continuar: uma queda, um joelho ralado ardendo, a vergonha de ficar por último, e todo mundo ganhava medalha.

Mas como o que plantamos em nossos filhos no dia a dia floresce de repente, eis que ela completou a prova – ultrapassou muitos e teve o prazer de cruzar a linha de chegada. Só me contou que caiu e mostrou o joelhinho ralado quando já tinha se refrescado da chegada (eu não vi, pois estava em outro ponto para ver melhor quando ela passasse.) Quis chorar, mas a sensação de ter chegado e vencido a si mesmo era mais forte.

O esporte tem dessas coisas: superação, esforço, luta. Revela uma sensação que não vivemos se ficamos só sentados olhando nossa vida. Praticar atividade física traz experiências incríveis e ter dado essa chance a minha filha abre muitas outras oportunidades dela querer vencer os obstáculos.

Quando falamos em incentivar a prática de esportes não estamos falando só dá saúde das crianças – o que já é muito importante, estamos falando nessa vivência de esperar a vez, cair e levantar, terminar o que começou, superar suas dificuldades e alcançar objetivos.

Nanda está carregando a medalha para onde vai, exibindo a peça no pescoço como um sinal de que ela não só foi, mas participou e venceu a si mesma!

IMG_20171008_181359_421

IMG_20171008_181359_422

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*