Home > Eu sou #MãePraSempre > TDAH não define meu filho
filho tdah

TDAH é o que o meu filho tem, não o que ele é.

Convivo há alguns anos com a lista de diagnóstico, rotina, médicos, remédios, terapias, escola, e um turbilhão de sentimentos que as mães são obrigadas a guardar num saquinho, porque não tem tempo de sentir – um filho que tem hiperatividade não dá espaço pra isso. A gente chora enquanto conserta uma coisa quebrada ou enquanto segura a mão dele pra não atravessar a rua olhando pro céu! Não dá pra piscar!
Até aí, já é muita coisa!

Mas quando seu filho sofre preconceito por ter um transtorno, quando além do esforço que ele faz pra seguir em frente, ainda tem que ser apontado e julgado por quem só enxerga a si mesmo no mundo… Aí você vê que, com certeza, não é o transtorno do seu filho que é um problema no mundo. A coisa é muito mais feia e não está ligada a transtorno de comportamento ou de aprendizado. Pelo contrário, é covardia, é desrespeito e egoísmo! O diferencial na convivência da sociedade ainda está no olhar humano que está faltando nas pessoas.

Meu filho possui TDAH e isso tem tratamento. Não posso dizer o mesmo, infelizmente, da falta de caráter de quem procura culpar o outro pelas próprias frustrações. Isso é um mal sem cura!

Sem mais. Obrigada. De nada.

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*