Home > Educação > O grito de Suzano
42-1

Dois jovens entram numa escola armados, matam 10 pessoas e ferem outras. Infelizmente, esse foi o assunto de ontem: o fato, a atualização do crime e tudo mais. Mas já ontem a tarde e noite, a grande pergunta que ficava era porquê? Qual foi o motivo, porque esses jovens fizeram isso. E esse é um assunto grave e que reflete na delicada relação da família dentro dos lares brasileiros.

Embora muitas notícias tenham chegado fazendo ligações com grupos extremistas
ou o histórico deles na escola e nas redes sociais. Mais uma vez eu trago a discussão pro
âmbito familiar. Não podemos esquecer que apesar das crianças terem acesso aos
jogos, a Internet, aos grupos de rua, o primeiro contato deles de vivência social é a família.
Ali está sua base e nela está sua primeira formação. Por isso, a gente sempre toca nesse
assunto aqui no blog, da importância de voltar a atenção para a formação, a educação, o
diálogo dentro das famílias. Passar valor, falar sobre empatia, compaixão deve ser um
compromisso nosso!

Com o corre corre da vida moderna isso tem ficado meio difícil. Mas vale avaliar hoje se é a correria e a falta de tempo que tem impedido esse diálogo de troca de casa ou se é o comodismo. Porque eu sou mãe de dois filhos, trabalho fora, estudo, e sei como é cansativo a rotina de chegar a casa e ainda conversar sobre o que aconteceu na escola, quais são as novidades da Internet, como está a relação com os colegas e se eles sabem o que está acontecendo no país… eu fico exausta, mas é preciso. Se eu não fizer, quem vai fazer?! Precisamos reforçar esse compromisso de ouvir nossos filhos, saber suas dúvidas, quem eles tem observado nas redes e chamar para a conversa durante o jantar. Não podemos terceirizar essa função. Ela é nossa! E pode estar aí a causa de muitos problemas como esse que vimos ontem. Os acontecimentos não podem ser em vão. A dor daquelas mães
não pode ficar apenas nas notícias do jornal, precisamos reavaliar a nossa realidade e agir!

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*