Home > Família > O bloqueio que desbloqueou a memória!
13094141_10206570971135470_3445119680953838601_n

Uma lembrança tomou meu dia, minhas conversas e minha vida essa hoje.

Foi durante o bloqueio do aplicativo de mensagens “whatsapp”, em que milhões de brasileiros se viram desesperados e incapazes de viver sem isso.

Lembrei-me exatamente da letra da minha amiga Marcelly escritas em dezenas de cartas que trocamos quando adolescentes. Foi uma lembrança nítida e, quando fechava os olhos conseguia ouvir o som do papel de caderno sendo desembrulhado (ela dobrava a carta toda, fazia quase um origami), cheio de recados, emoções, convites e…tempo.

Esse tempo que passa e é tão precioso, hoje é artigo de luxo. Afinal, tudo é rápido, é urgente, precisa ser agora. E se não for agora, parece que não tem importância. (Oi?! É isso mesmo que estou vivendo, gente?). Em tempos de relações tão virtuais e tão rasas, lembrar que mandávamos cartas e que isso demandava dedicação é surpreendente.

Fiquei adulta bem na chegada da era digital e talvez a lembrança da época sem internet – mas nem por isso tão antiga – me traga tantas emoções. Eu sei o valor de um abraço bem dado, de uma conversa entre amigas, de uma vida sem tanta pressa, mesmo com muitos compromissos. E sei também que nem tudo é tão urgente quanto impomos e esse modismo só nos tem feito cada dia mais reféns.

Meus filhos não deverão sentir tanto essa mudança, eles já nasceram em meio a esse turbilhão de novidades aplicativas e virtuais. Mesmo assim, aqui em casa, tento me manter dependente de abraços diários, de jantar na mesma mesa, de conversar sobre a vida, de assistir TV junto e rir de bobagens.

Quem sabe um dia, eles se lembrem disso com saudade de uma vida real?!

One Comment, RSS

  • Érica

    says on:
    6 de maio de 2016 at 14:09

    Muito bom!

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*