Principal > Família > Chikungunya é a preocupação da vez!
dengue-3

Gente, que absurdo!!! O Mosquito Aedes Aegypti continua perturbando nossa vida!

Segundo as previsões dos especialistas o Estado do Rio de Janeiro poderá viver uma epidemia de chikungunya no período de verão 2016/2017. Eles acreditam que possa haver uma proliferação da doença a partir do final deste mês e início do mês de dezembro, quando começa o período das chuvas(aliás já está chovendo muito por aqui.).

A chikungunya é uma das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegyptiOs principais sintomas são febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele.

Além disso,uma nova doença – a Febre de Mayaro – é a mais nova ameaça do mosquito. Esse vírus pode se espalhar pelo continente nos próximos anos, segundo investigadores da área da saúde. Entre dezembro de 2014 e junho de 2015 foram confirmados 197 casos de Febre do Mayaro nas regiões norte e centro-oeste do Brasil.

Gente, não dá para fugir da nossa responsabilidade. Sim, para evitar a chikungunya, a dengue e a zika precisamos agir juntos. As autoridades precisam fazer a parte que lhes cabe, mas nós também. Precisamos evitar que o mosquito se prolifere.

O Aedes aegypti é um mosquito doméstico. Ele vive dentro de casa e perto do homem. Com hábitos diurnos, o mosquito se alimenta de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. A reprodução acontece em água limpa e parada, a partir da postura de ovos pelas fêmeas. Os ovos são colocados em água limpa e parada e distribuídos por diversos criadouros.

Em menos de 15 minutos é possível fazer uma varredura em casa e acabar com os recipientes com água parada– ambiente propício para procriação do Aedes aegypti. #CombateAedes

  • eliminar_focos_dengue_001

 

O seu email não será publicado. Campos requeridos estão marcados com *

*